“But I can’t remember who is in my CD player now.”

Quando pequena, o que eu sempre pedia para meus pais além de batons eram CDs. Passava o dia no quarto ouvindo-os inteiros, decorando todas as faixas. Mas aí o hábito parou, não sei por qual motivo.

Isso mudou quando eu tive No Doubt como banda favorita (vem depois de Oasis, agora). No Doubt, pra quem não sabe, é a banda da famosa loira do batom vermelho Gwen Stefani, não Christina Aguilera. Tem ska como gênero (eu simplesmente amo ska, amo amo amo) e eram uma banda muito estranha. Não que a banda tenha terminado, só que Gwen decidiu seguir carreira solo e a banda lançou seu último CD em 2003. Mas, pra minha felicidade, eles estão em produção novamente! O disco tinha lançamento previsto pra dezembro, depois janeiro, depois.. Bem, não há mais previsão, por isso estou com fé de que vai ser ótimo.

Voltando ao assunto do post, meu hábito de comprar CDs voltou quando conheci No Doubt, e desde então venho comprando os CDs das minhas bandas e cantores favoritos. Tenho 24 ao todo, dentre eles a discografia inteira do Oasis, a maioria do John Mayer (roubei do meu pai) e a coletânea com todas as melhores músicas ever dos Smiths (Morrisey, I fucking love you).

   

Faltou o Stop the Clocks, coletânea do Oasis, e o Different Gear, Still Speeding, do Beady Eye.

 

Comprar CDs virou um “vício” meu, de certa maneira, e comecei a achar importante ter os todos os que eu mais gosto, das bandas que eu mais gosto. Deve ser interessante no futuro poder pegar todos os CDs antigos e lembrar dos velhos tempos, ver como a música mudou..

Por mais que eu tente igualar o amor por todos, não consigo. Sempre tem aquele que eu escuto sempre, que nunca enjoo e que me lembra algum momento ou fase que eu passei. Separei os 5 que eu mais gosto, fora de ordem:

1. The sound of The Smiths – The Smiths: The Smiths é uma banda de rock alternativo inglesa que se formou em 1982 e acabou em 1987. Apesar do pouco tempo que durou, é considerada uma das melhores bandas de todos os tempos. Meu amor por esse CD é enorme. Dois discos, 22 músicas em cada um. Todas as melhores músicas dos Smiths em um CD só. Não tem como não amar.

2. (What’s the Story?) Morning Glory – Oasis: Simplesmente o melhor CD de todos os tempos. Segundo CD do Oasis, com certeza o mais conhecido e que fez mais sucesso da banda. Conta com faixas como Wonderwall, Don’t Look Back in Anger (melhor música do mundo ♥) e Champagne Supernova. Não vou negar que é o CD que eu mais amo de todos, e o que eu levaria comigo se minha casa estivesse pegando fogo. Oasis, banda de rock fortemente inspirada nos Beatles e uma das mais influentes dos anos 90, formada pelos irmãos Liam e Noel Gallagher (Noel, amor da minha vida), Gem Archer, Andy Bell e Chris Sharrock. A banda acabou em 2009, com a saída de Noel. No mesmo ano, fizeram uma turnê no Brasil contando com um show em São Paulo, o qual eu não fui e ainda quero me matar por isso.

Reparem no ingresso pro filme do Foo Fighters no canto, haha

3. Return of Saturn – No Doubt: Gwen tinha cabelo pink na época do CD e a capa dele é a mais sensacional de todas, além de ter minha música favorita da banda, Artificial Sweetener, como uma das faixas. Conheci a banda pelo livro A Garota Americana, um dos meus favoritos, da Meg Cabot, minha autora favorita. Me identifiquei muito com a personagem, que era fã de No Doubt. No princípio, não vou negar que achei insuportável e que me deu dor de cabeça, mas depois de ouvir as faixas boas da banda, comecei a me acostumar e não tem uma que eu não ame. O CD conta com mais 4 singles: Ex-Girlfriend, Simple Kind of Life, Bathwater e Six Feet Under.

4. Don’t Believe the Truth – Oasis: Lançado em 2005, praticamente na metade da carreira da banda, o CD conta com Lyla, The Importance of Being Idle, Let There Be Love e Guess God Thinks I’m Able. Foi votado como o 14º melhor álbum britânico dos últimos 50 anos. O que mais dizer? Oasis, meu povo.. Não tem palavras pra descrever a grandeza dessa banda.

5. Battle Studies – John Mayer: At last, but not least, John Mayer, o bonitão que faz toda e qualquer mulher morrer de amores. Escolhi o Battle Studies como favorito pelo fato de eu não ter o CD acústico, Where the Light Is. Heartbreak Warfare (sim, a música da novela), Half of my Heart e Assassin são as músicas que eu mais gosto, sinceramente. É o último CD lançado do Mayer, apesar de ele já estar trabalhando em um novo, Born & Raised. John Mayer tem meu coração pra sempre.

E aí, quem de vocês coleciona CDs e quais são seus favoritos? Comentem (:

 

Beijos,

@juliamiozzo

 

Anúncios

Um pensamento sobre ““But I can’t remember who is in my CD player now.”

  1. Pingback: What’s the Story? Morning Glory! « Dig out our soul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s